Festival de golos em jornada louca

32 golos. Foi este o registo de uma jornada louca no Grupo A do torneio Luís Gouveia. Na frente, manteve-se o Pé de Café, mas houve lugar a mudança de posições no restante ‘pódio’.

Naquele que era o encontro mais aguardado da jornada, pois estavam frente a frente o segundos e terceiros classificados, o Stand V. Nunes não deu grandes hipóteses ao Clube Bonjardim. Com um esclarecedor 9-2, o Stand V. Nunes roubou o segundo lugar ao rival, num encontro em que o hat-trick de Vitor Nunes e os bis de Ivo Pereira e Miguel Roldão ajudaram em muito ao triunfo.

No segundo embate do dia, o líder Pé de Café justificou a razão do porquê estar no primeiro lugar, goleando também a Maljoga por 8-3. André Farinha, melhor marcador do torneio, foi mais uma vez fundamental na conquista dos três pontos, apontando mais três golos nesta ronda.

Para o último jogo da jornada ficou a goleada do dia. 14 golos no total: 13 para o Rancho F. Clube, que somou os primeiros pontos, e um para o St.Codiceira, que permanece na derradeira posição, ainda sem pontuar. Do lado do Rancho F. Clube, Alexandre Silva mostrou estar de pontaria afinada, marcando por cinco vezes.

Macieira aproveita empate e isola-se

A equipa da Macieira é a nova líder do Grupo B do torneio Luís Gouveia. Uma vitória folgada foi fundamental, mas determinante foi também o empate registado entre os mais diretos rivais.

Os novos líderes foram os primeiros a entrar em campo neste fim de semana, registando uma vitória folgada, por 5-2, diante da FUS, que não conseguiu fugir ao último lugar da classificação. Com este triunfo, a Macieira assistiu ‘sentada’ ao último jogo da jornada, entre Sambado e Intermarché PAN, para ver quem iria passar para a frente do Grupo.

Numa partida bastante equilibrada, o resultado final de 4-4 acabou por confirmar então a subida da Macieira à liderança, agora com mais um ponto que o Sambado e dois que o Intermarché PAN, que este fim de semana tiveram como destaque Pedro Patrício e Hugo Nunes,respetivamente, tendo ambos apontado dois golos.

Emocionante foi também o confronto entre ADOC e Carvalhal, jogo esse que terminou com mais um empate, 3-3, com a formação do ADOC a somar agora mais um ponto que o último classificado, FUS.

Goleada deu liderança isolada

Este fim de semana houve troca de líderes no Grupo A. O Pé de Café impôs-se ao Clube Bonjardim com uma goleada por 7-4 e saltou para a liderança da tabela, com os mesmos pontos do adversário.

Naquele que foi o último jogo da jornada, o goleador André Farinha foi o grande destaque, mais uma vez, marcando por três vezes, ao passo que do lado do Clube Bonjardim foi João Marques quem remou mais contra a maré, bisando na partida. No final um registo de 11 golos no total, mais para os forasteiros, que assim se colocaram na frente da classificação ao final de quatro rondas.

4-7 foi também o resultado que colocou frente a frente o Rancho FC e a Maljoga, sendo que neste caso a equipa que jogava ‘fora’ registou a primeira vitória na edição deste ano, com Vicente Fernandes e Duarte Lopes a destacarem-se, com três golos cada.

Um dos jogos mais esperados deste fim de semana era, sem dúvida, o Stand V. Nunes e o Talho Simões, dado que a vitória de qualquer um colocaria o vencedor com os mesmos pontos do primeiro lugar. O resultado, contudo, não foi além de um empate a um golo. Ambos ficaram então com sete pontos, a menos dois que a liderança, mas a verdade é que o Stand V. Nunes tem um jogo a menos.

Ritmo brasileiro destacado no topo

Em fim de semana de Carnaval, o ritmo brasileiro chegou ao topo do Grupo B do torneio Luís Gouveia, com a equipa do Sambado a destacar-se sozinho na frente, após vitória sobre o ADOC.

O jogo que colocou frente a frente estas duas equipas foi logo o primeiro desta terceira jornada, com Fábio Morais a ser o grande ‘responsável’ pela conquista de mais três pontos, apontando dois golos no triunfo por 3-1 sobre o ADOC.

A verdade, no entanto, é que para terminar o fim de semana no primeiro lugar isolado, o Sambado teve de esperar pelo derradeiro confronto da jornada, mais concretamente pela derrota do Carvalhal, diante da Maceira, por 1-2, o que permitiu aos ‘forasteiros’ subirem ao segundo lugar, com seis pontos, os mesmos que o Intermarché PAN.

Estes últimos, diga-se, também souberam aproveitar o desaire do Carvalhal, concretamente após o triunfo sofrido, por 4-3, perante o FUS.

Clube Bonjardim sofre, mas é líder isolado

A terceira ronda do Grupo A realizou-se este último fim de semana e acabou por ser a mais goleadora da presente edição, com um total de 30 golos em apenas três partidas. Quem saiu mais a ganhar foi o Clube Bonjardim, que ao bater o Talho Simões por 6-5 isolou-se na frente da tabela com nove pontos.

Num jogo muito competitivo, com onze golos apontados, o Clube Bonjardim acabou por sorrir mais alto, num jogo em que João Marques, com dois golos, foi um dos destaques, tal como David Ferreira e Filipe Lopes (melhor marcador do torneio com 8 golos), que também bisaram do lado do Talho Simões.

Antes deste embate, o Pé de Café, que também luta por lugares cimeiros, não teve muitas dificuldades para levar de vencida o Rancho FC, por esclarecedores 7-3. André Farinha, com quatro golos, acabou por ser o homem do jogo, levando a sua equipa às costas, tendo agora menos três pontos que o Clube Bonjardim.

O Stand V. Nunes também continua sem conhecer outro resultado que não a vitória. Este fim de semana golearam o St. Codiceira, por 7-2, com Pedro Antão a completar um hat-trick, tendo seis pontos, mas menos um jogo que o líder Clube Bonjardim.