Grupo B entra a todos o gás: 25 golos

Golos e mais golos. Foi assim que o Grupo B deu o pontapé de saída na edição deste ano do torneio Luís Gouveia. Com um total de 25 festejos, os jogadores garantiram animação a quem assistiu aos três embates do fim de semana.

O embate de arranque foi, curiosamente, o mais equilibrado, com um empate a três golos entre Macieira e Maljoga.

Seguiu-se depois o confronto com mais golos, um total de dez. O jogo até foi equilibrado, com o triunfo a cair para ADOC, por 6-4, apesar da boa resistência dada pelo Clube Bonjardim. Paulo Lopes, com um hat-trick, revelou-se determinante para a ADOC.

Para último ficou guardada a goleada desta ronda. Com nove golos apontados no total, oito foram para o Intermarché PAN, que não deu hipóteses ao FUS. Neste embate destacou-se João Filipe, autor de três golos para os forasteiros.

Favoritos entram com o pé direito

E já arrancou a XXIII edição do Torneio de Futsal Luís Gouveia, este ano com algumas alterações face aos anos anteriores, concretamente no que ao nome das equipas diz respeito. Mas se os nomes mudaram, os favoritos, aparentemente, continuam os mesmos, com o campeão em título, este ano conhecido como Hugo Nunes Automóveis, a começar com o pé direito.

Com o objetivo de reconquistar o título, os campeões, que no ano passado foram ‘batizados’ com o nome Stand V. Nunes, tiveram de suar para vencer a Ilumisilva, que esta época conheceu nova identidade também, dado que em 2019 participaram como Pé de Café. 2-1 foi o resultado final, naquele encontro que fechou a jornada.

Emocionante foi também o Carvalhal-Rancho FC, com nove golos marcados. Carlos Cardoso, do lado dos visitantes, foi o herói da partida ao apontar três golos, decisivos para o triunfo do Rancho FC por 5-4.

A abrir a jornada, o Talho Simões, tal como no ano passado, onde foi vice-campeão, voltou a demonstrar muito poder de fogo, carimbando a goleada da jornada, por expressivos 4-1 sobre o CCRDSt. Codiceira, demonstrando também eles o favoritismo para a edição deste ano.

Stand V. Nunes é o campeão, mas teve de sofrer

E já temos campeão na edição deste ano do Torneio. O Stand V. Nunes bateu o campeão em título Talho Simões, mas teve de sofrer para levar o troféu para casa.

A decisão foi mesmo levada para prolongamento, dado que no final do tempo regulamentar o resultado estava fixado numa igualdade a um golo. Sofria-se para ver quem era o campeão na edição de 2019, mas o Stand V. Nunes acabou por ter mais ‘pernas’ no tempo extra, marcando mais dois golos e fixando o resultado em 3-1.

Antes da partida decisiva houve lugar também à disputa do terceiro lugar, com o Pé de Café a conquistar o último lugar do pódio, batendo a Macieira por 4-2.

Mas se o Pé de Café levou para casa ‘apenas’ o terceiro lugar, no que diz respeito aos prémio individuais foi o grande vencedor, com André Farinha a receber a distinção de Melhor Marcador e Ismael Carrulo o de Melhor Jogador. O Melhor Guarda Redes foi André Lopes, da Macieira.

Uma palavra também para a equipa da Maljoga, que levou para casa o troféu de Fair-Play.

Stand V. Nunes será o último obstáculo para o Talho Simões tentar a reconquista

Estão encontrados os finalistas do XXII torneio Luís Gouveia. O campeão em título, Talho Simões, voltou a apurar-se para o derradeiro jogo, indo agora medir forças com o Stand V. Nunes na próxima segunda-feira, dia 24 de junho.

Neste fim de semana, o Talho Simões tinha pela frente a equipa da Macieira, o último obstáculo antes da final. Contudo, a formação que venceu o torneio no ano passado carimbou com alguma facilidade o apuramento para mais uma final, vencendo por 4-1. Mais uma vez o goleador Miguel Farinha foi o destaque, ao apontar um hat-trick decisivo para que as suas cores pudessem repetir mais uma final.

O adversário da próxima segunda-feira será o Stand V. Nunes, outra equipa que se destacou este ano na fase de apuramento. Nas meias-finais, porém, tiveram de suar para levar de vencida o Pé de Café e só mesmo um golo solitário de Pedro Antão fez com que o Stand V. Nunes festejasse este apuramento para a final.

Destaque também para a ótima campanha dos semi-finalistas vencidos que terão ainda oportunidade de lutar pelo terceiro lugar, jogo esse que antecede a final do dia 24.

Rancho afasta-se da liderança num ritmo Sambado

Ao final da 5ª jornada desta segunda fase, não se registou grandes surpresas neste fim de semana. O destaque foi mesmo para o triunfo da equipa do Sambado sobre o Rancho FC, afastando assim a possibilidade desta se aproximar da liderança do Grupo A.

Houve mesmo um festival de golos entre as duas equipas, 11 no total, com o Sambado a vencer por 7-4, com Pedro Patrício em destaque, ao apontar um poker nesta partida que colou as duas equipas lado a lado, com seis pontos.

No outro jogo do Grupo, o Pé de Café aproveitou o dia de descanso do Talho Simões, ao bater o Intermarche Pan por 3-0, devido a falta de comparência desta última equipa.

No Grupo B o Stand V. Nunes soma e segue e este fim de semana venceu a ADOC por 5-1. Vitor Nunes foi o homem golo, com um bis, colocando a sua equipa firme como líder com 10 pontos. 

A Macieira também bateu o Clube Bonjardim por 3-1, no jogo mais aguardado da jornada, triunfo esse que ajudou a equipa a colar-se ao rival com sete pontos.