Líderes sem qualquer tipo de ‘piedade’

Segunda jornada da segunda fase do torneio Luís Gouveia e o ritmo continua alto, sobretudo para os líderes, que este fim de semana não tiveram qualquer tipo de piedade para com os adversários.

O Pé de Café continua firme no topo do Grupo A, apesar da igualdade pontual com o Talho Simões. Valem-lhes os imensos golos marcados nestas duas rondas, sendo que neste fim-de-semana foi o Rancho FC a sofrer diante do líder, caindo por 6-2, com, mais uma vez, André Farinha a ser o destaque do Pé de Café, apontando mais três golos.

O outro líder, Talho Simões, também somou três pontos, mas nem teve de jogar, dado que o Sambado teve falta de comparência ao encontro.

No Grupo B então, o Stand V. Nunes somou novos três pontos, após expressiva vitória sobre o Carvalhal, por 10-1. Pedro Antão, com quatro golos, e Vitor Nunes, com um hat-trick, foram determinantes para a equipa visitada.

No outro embate do fim de semana, a Macieira também não teve dificuldades para levar de vendida a ADOC, por 6-1, com David Silva a ser o herói da tarde, com mais outro hat-trick.

Arranque em tons de Café

Este fim de semana decorreu o arranque da segunda fase do torneio Luís Gouveia, com um fortíssimo arranque do Pé da Café, com uma esclarecedora vitória sobre o Sambado, no Grupo A.

Ainda é cedo para prognósticos, mas o Pé de Café demonstrou todo o seu potencial, com nove golos marcados, sendo que Ismael Carrulo se destacou com nada mais nada menos que seis golos, no triunfo por 9-4.

Também no mesmo grupo, o Talho Simões começou com o pé direito esta nova fase, mas com um triunfo mais curto, por 4-2, diante do Intermarché Pan.

O Grupo B também arrancou em moldes mais ou menos semelhantes, menos golos, mas duas vitórias. O Stand V. Nunes somou os três primeiros pontos desta fase, diante da Macieira, com uma vitória por 3-0, sendo que mais emocionante foi a vitória por 6-3 do Clube Bonjardim sobre o Carvalhal, com a dupla de Silva, Nuno e Luís, a destacarem-se com um bis.

Pé de Café ‘foge’ na liderança

O Pé de Café distanciou-se esta jornada na liderança do Grupo A depois de vencer o Talho Simões, aproveitando também o empate do Stand V. Nunes.

Num jogo que se esperava equilibrado, o Pé de Café conseguiu, ainda assim, controlar o jogo, como indica o resultado final de 5-2. Determinante, mais uma vez, foi André Farinha, ao apontar um hat-trick.

O embate mais emocionante da jornada, contudo, acabou por ser o último do fim de semana, entre o Rancho FC e o Stand V. Nunes. 16 golos num só jogo, oito para cada lado. Diogo Lima destacou-se pelo lado do Rancho FC, com quatro golos, os mesmos que Vitor Nunes, do lado do Stand V. Nunes.

No duelo dos até agora últimos classificados, a Maljoga goleou o St. Codiceira, por 6-1, aproveitando o empate do Rancho FC para subir uma posição.

Stand. V. Nunes sofre, mas mantém perseguição

Numa jornada com 23 golos, o Stand V. Nunes não tropeçou na perseguição ao líder Pé de Café. Teve de suar, mas estão agora a apenas um ponto da liderança.

Naquele que foi o último encontro da ronda, o segundo classificado do Grupo A recebia o Maljoga, que ocupa o penúltimo lugar. O jogos até poderia parecer mais fácil, mas o resultado final de 3-2 comprova o equilíbrio do torneio. Com a folga do Pé de Café, o Stand V. Nunes somou os três pontos e continua na perseguição.

O Talho Simões recebeu o último classificado, o St. Codiceira. E para continuar a sonhar com os primeiros lugares não deram hipóteses, vencendo por 8-1, com Filipe Lopes a destacar-se com mais três golos.

Mais emocionante foi o embate entre o Clube Bojnardim e o Racho F. Clube. Mais nove golos apontados, com a sorte a cair para o lado dos ‘visitantes’, que triunfou por 5-4.

Macieira ainda mais firme na liderança 

Na quinta ronda do Grupo B, correu tudo de feição para a Macieira neste fim de semana. Um triunfo, sofrido, e uma conjugação de outros resultado deram mais folga aos ainda líderes.

Mas não se pense que foram tudo rosas para a Macieira. No primeiro encontro do fim de semana tiveram mesmo de suar para vencer a equipa ADOC, por apenas 4-3. José Pereira e David Silva acabaram por ser determinantes com um bis cada, levando então de vencida uma aguerrida ADOC.

No segundo jogo do dia, também a Macieira saiu a ‘ganhar’. Com o Sambado a ‘morder os calcanhares’ da liderança, desta feita o ritmo brasileiro não conseguiu levar de vencida o FUS, com o empate a três golos a fazer com que a Macieira se distanciasse na frente do grupo, agora com mais três pontos.

Também no derradeiro confronto do fim de semana as contas correram bem para o líder. O Intermarché PAN partia para esta ronda com apenas menos dois pontos que a Macieira, mas uma derrota por 5-3 com o Carvalhal acabaram por cair para a quarta posição, deixando-se ultrapassar pelo rival da jornada.